.

.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Dra Tamara Abrantes dia 29 em Sousa

E neste dia 29 de julho atendimento na Clínica Espaço Vida da Dermatologista Tamara Abrantes ainda dá tempo de você ligar e marcar seu horário. 83 3522 2500

4 sinais de que você pode ter câncer de próstata (e como evitar a doença)

Você realmente sabe qual é o papel da próstata? Tem 100% de certeza de tudo o que ela faz? Bom, se você se sente inseguro sobre isso, fique tranquilo porque você não está sozinho: de acordo com uma nova pesquisa realizada no Reino Unido, 92% dos homens não sabe para que essa glândula serve e 54% não sabe sequer onde ela está.


Aliás, 17% dos homens analisados no estudo sequer sabia que tinha uma. Pois é: assustador.

Então, o que é a próstata e para que ela serve? Ela é uma pequena glândula (mais ou menos do tamanho de uma noz) que fica em cima da sua bexiga e é vital na produção do sêmen. Infelizmente, muitos homens não realizam exames regulares para verificar se anda tudo certo com ela e, por isso, muitos homens acabam mortos por causa de um câncer de próstata.

Mulheres têm o hábito de visitar a ginecologista pelo menos uma vez por ano. Os homens não visitam o urologista com a mesma frequência e deveriam, já que o Brasil tem 68,8 mil novos casos de câncer próstata por ano, segundo uma pesquisa divulgada no final de 2015 pela Gazeta do Povo.

O professor Roger Kirby, urologista do hospital King Edward WII, reforça: “Se os homens reservassem apenas alguns minutos de seu tempo para ir ao médico e informar ou doutor qualquer sintoma diferente, os casos de morte por causa do câncer de próstata certamente seriam reduzidos”.

Então, fique ligado nos 4 sinais de que você pode ter câncer de próstata e não tenha medo de marcar um médico!

Ir muitas vezes ao banheiro – mas não conseguir urinar direito

Ir ao banheiro muitas vezes no mesmo dia mas não conseguir urinar direito é um sinal de alerta. Se você sente vontade de fazer xixi mas sente dor – mesmo que moderada – ou dificuldade para urinar, é melhor visitar um médico.

O câncer pressiona a uretra e, por isso, você fica com a impressão de que precisa fazer fazer mais xixi.

O que fazer para evitar? Para reduzir as chances de desenvolver câncer de próstata, você pode comer 10 porções de casca do tomate por semana. Segundo o professor e especialista Roger Kirby, a substância licopeno presente na casca reduz os riscos de ter a doença em até 20%.

Pernas inchadas
Se você não engordou nos últimos dias e também não anda fazendo tantos afundos na academia, o problema pode ser sério. Se o câncer se espalha para os seus nódulos linfáticos, pode gerar um bloqueio nesse sistema – uma condição conhecida como Linfedema.

O que fazer para evitar? Coma alimentos com Omega-3. Essa gordura, presente nos peixes, já provou ser eficaz para prevenir o surgimento de células cancerígenas.

Comer três porções por semana proporciona uma ação anti-inflamatória no seu corpo e é excelente para evitar este e outros problemas.

 Dor nas costas e no quadril
Nem sempre a dor nas costas é um sinal de problema muscular ou envelhecimento: “Se as células da próstata chegarem até os ossos das suas costas e quadril, você vai sentir muita dor”, garante Kirby.

Então, se você não bateu a coluna ou agiu de qualquer maneira que pudesse te causar dor muscular, é melhor consultar um urologista.

O que fazer para evitar? Quando os homens ficam mais velhos, é comum consumir pílulas de cálcio para repor o mineral no organismo. Porém, exagerar na dose pode fazer mais mal do que bem. Kirby alerta: “O recomendado é ingerir 1500mg, ir além pode aumentar o risco de câncer em até 300%”.
Se você não engordou nos últimos dias e também não anda fazendo tantos afundos na academia, o problema pode ser sério. Se o câncer se espalha para os seus nódulos linfáticos, pode gerar um bloqueio nesse sistema – uma condição conhecida como Linfedema.

O que fazer para evitar? Coma alimentos com Omega-3. Essa gordura, presente nos peixes, já provou ser eficaz para prevenir o surgimento de células cancerígenas.

Comer três porções por semana proporciona uma ação anti-inflamatória no seu corpo e é excelente para evitar este e outros problemas.

Formigamento, pontadas e queimação

Não ignore qualquer sensação estranha. Kirby alerta: “Muitos homens acreditam que sintomas como pontadas na próstata são passageiros mas, muitas vezes, essas pontadas podem ser dor neuropática. Ela acontece quando o câncer ataca os nervos dos ossos e os mata”.

O que fazer para evitar? O estresse é muito mais sério do que você pensa. Segundo Kirby, ficar estressado pode mexer com seu sistema imunológico e abrir passagem para o desenvolvimento de células cancerígenas. Então, tente encarar as situações mais chatas da vida de uma maneira mais tranquila, afinal, é melhor levá-la de forma mais leve do que precisar encarar um tratamento contra o câncer.





sexta-feira, 15 de julho de 2016

Fique ligado nos 7 sintomas de infarto

Conhecer os principais sintomas de infarto é a melhor maneira de evitar surpresas e não desenvolver consequências perigosas à saúde. Grande parte dos traços descritos por pacientes que apresentaram esse problema cardiovascular são fáceis de diagnosticar e representam dor quase que incapacitante.
O infarto do miocárdio é a necrose de uma das regiões do coração que não está recebendo a irrigação sanguínea necessária. O quadro resulta de uma série de fatores somados ao longo dos anos e, principalmente, do acúmulo de colesterol na parede das artérias que comportam o transporte do sangue.
Fatores de risco
Hábitos nocivos à saúde como fumo e dieta desregrada são os principais desencadeadores desse problema cardiovascular. Quem apresenta diabetes, tem histórico familiar de doenças do coração, pressão alta, níveis desequilibrados de colesterol, estresse e é sedentário, tem grandes riscos de desenvolver a interrupção da passagem de sangue.
Por estar ligado a diversos hábitos, é possível dizer que o infarto é uma doença que pode ser prevenida. Para ter saúde de ferro e não correr riscos, é importante se alimentar bem, deixar o cigarro de lado, investir em exercícios físicos semanais, manter a saúde mental e, de vez em quando, ir ao médico. Faça uma revisão para identificar possíveis riscos.
sintomas de infarto
Confira uma lista completa com os principais sintomas de infarto descritos por pacientes que já tiveram problemas cardiovasculares. Anote, fique de olho e jamais descuide de sua saúde.
Dor forte na região peitoral e que pode se espalhar para os lados. Ela é combinada a uma terrível sensação de pressão. Costuma durar aproximadamente 30 minutos

* Ardência no peito – sintoma normalmente confundido com um dos principais traços da azia. Ao contrário do problema estomacal, esse sinal não é tratado com pastilhas efervescentes ou outros remédios
* Suor frio excessivo e sem motivo aparente
* Enjoo e vontade de vomitar
* Tontura e desmaios
*Ansiedade e agitação descontrolada. O paciente sente grande nervosismo sem explicação
Sensação dolorida que pode se espalhar para o braço direito e maxilar.
Tratamento ideal
Os médicos responsáveis pela saúde do paciente irão identificar qual é o procedimento mais adequado para desobstrução do vaso que não está recebendo o sangue. As cirurgias mais populares são a angioplastia ou de confecção de pontes com vasos – veias são retiradas de outras regiões do corpo para fazer a substituição.
Todos os pacientes que passaram por problemas cardiovasculares devem utilizar medicamentos controlados para diminuir a formação das placas nas artérias e manter o sangue mais fino. Esses remédios são recomendados por médicos e devem ser administrados por tempo indeterminado

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Lipo sem Corte- na Posturalle

Sonofocus, o mais avançado e seguro equipamento de lipocavitação, a lipo sem cortes, do mercado brasileiro. Agora você pode fazer em Sousa na Posturalle. Mais informações ligue 83 3521 1290 ou 83 9 9176 3023

Lembrar sempre!


Agenda de Junho Dr.George Cartaxo - NEO-Sousa PB


Sousa-

Em João Pessoa

Dra Tamara Abrantes na XXXIV Reunião Anual de Dermatologistas Latino-americanos (RADLA)

Dra Tamara Abrantes participando da RADLA


O evento mais tradicional da América Latina
A RADLA, existente desde 1973, é o mais tradicional evento da Dermatologia da América Latina, reunindo os maiores especialistas dos seus países.
Mais de 100 atividades científicas programadas durante os 4 dias de evento, abrangendo temas da Dermatologia clínica, cirúrgica e cosmiátrica, em 13 salas, com sessões simultâneas.
Convidados reconhecidos internacionalmente
Oito convidados estrangeiros de reconhecida expertise em suas áreas de atuação já têm presença confirmada, compartilhando o estado da arte da Dermatologia.
Dr. David Cohen (EUA)
Dermatologia clínica e terapêutica
Dra. Eulália Baselga (Espanha)
Dermatologia pediátrica
Dra. Evangeline Handog (Filipinas)
Dermatologia estética
Dra. Francine Blei (EUA)
Anomalias vasculares
Dra. Ilona Frieden (EUA)
Dermatologia pediátrica
Dr. Jerry Shapiro (EUA)
Doenças do cabelo e do couro cabeludo
Dr. Luís Diaz (EUA)
Dermatoses bolhosas
Dr. Ronald Brancaccio
Dermatite de contato

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Momentos de Dra Iuçara Cristina no maior Congresso Internacional de Catarata

video
Dra Iuçara Cristina​ participando do 14º Congresso Internacional de Catarata e cirurgia Refrativa que acontece em São Paulo até o dia 04 de junho, é comprovadamente um dos maiores e melhores eventos da especialidade em todo o mundo

terça-feira, 31 de maio de 2016

XIV Congresso Internacional de Catarata e Cirurgia Refrativa



Dra Iuçara Cristina participando deste Congresso, por isso durante essa semana não estará atendendo na Clinica Nova Visão. A mesma estará aberta para marcação de consulta e outros procedimentos.

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Meu filho bateu a cabeça. E agora?

A queixa é comum no pronto-socorro. Como nem sempre a gente consegue manter a calma na hora do acidente, a criança se assusta e chora mais ainda. O resultado, já sabe: família voando para o hospital. Mas mesmo que um galo na testa assuste, quase nunca é grave. 
Bater a cabeça faz parte do pacote, não adianta proteger demais o seu filho! (Foto: 123RF)
 Por que as crianças batem tanto a cabeça?
 É comum, principalmente, quando começam a andar até os 2,3 anos de idade. Isso porque elas ainda não se equilibram bem, além de se distrair com frequência. Também têm dificuldade para calcular distância e tamanho: ao entrar embaixo da mesa batem e, ao sair, novamente! Sem falar que, mesmo que não saibam andar direito, correm.
 Quais os tipos de quedas mais comuns na infância? Tem como evitá-las?A mais frequentes são da cadeira, do sofá, da escada, no banheiro e do próprio carrinho. Não dá para deixar a criança pequena sozinha, o adulto deve ficar sempre atento. É necessário, ainda, evitar brincadeiras em pisos escorregadios, como o da cozinha e o do banheiro. No carrinho ou no bebê-conforto, é preciso checar se o bebê está seguro (ou seja, preso com o cinto de segurança). E jamais colocar o bebê-conforto sobre mesas, cadeiras e sofás, pois a criança se mexe e pode cair. Por último, quem tem escadas em casa precisa colocar grades de proteção em cima e embaixo.
 O que fazer na hora do acidente?
 
Os pais podem colocar gelo no local em seguida ao trauma para impedir que ele fique volumoso. Mas nem sempre é necessário ir ao pronto-socorro imediatamente. O ideal é, a princípio, observar a criança antes. É muito importante avaliá-la do ponto de vista neurológico por dois ou três dias, buscando sintomas como sonolência excessiva, vômitos, torpor (criança só quer ficar deitada, não fica em pé, não pega brinquedos), marcha (checar se ela anda cambaleando, em vez de em linha reta), dor de cabeça (além do local da batida).
It Mãe:  Então se ficar um galo não precisa correr para o pronto-socorro?
Hamilton Robledo: 
O traumatismo craniano popularmente conhecido por galo (por conta do nome científico, hematoma galeal) é causado pelo extravasamento de sangue entre o couro cabeludo e a calota craniana. Embora assuste muito os pais, o tamanho não quer dizer muita coisa.
 O que vai determinar a gravidade da batida, então? Como disse, depende do estado neurológico da criança. Quanto mais alterações apresentar, mais se torna necessário examiná-la e realizar exames, como uma tomografia computadorizada de crânio, por exemplo, para identificar hematomas. Os pais só precisam levar o filho ao hospital imediatamente, portanto, se ocorrer perda da consciência (tanto momentânea, quanto mais demorada), vômitos persistentes, sonolência excessiva (a criança não responde, abre o olho e não fala nada), desorientação (não consegue andar ou não consegue segurar nada), palidez e convulsão.
 E não podemos deixar a criança dormir depois que ela bater a cabeça?De fato, se ela dormir não vai dar para observar seu quadro neurológico. Mas se o acidente aconteceu próximo ao horário da soneca, por exemplo, os pais podem deixá-la descansar por uma hora. Devem ficar de olho na respiração e, após esse intervalo, têm de acordá-la e incentivá-la a brincar para verificar como ela reage.

domingo, 22 de maio de 2016

Congresso Nacional de Fisioterapia Dermato Funciona e Estética 2016

Luciana Pimentel participando do Congresso Nacional de Fisioterapia Dermato Funcional e Estética nos dias 20 , 21 e 22 de maio de 2016 , no Hotel Oasis Atlantico na Beira mar de Fortaleza – Ce.
Trazendo para seus clientes da Posturalle  novas técnicas de rejuvenescimento facial , Drenagem, peeling, e outros procedimentos.


 Com o criado de uma das técnicas de Drenagem Linfática Dr. Godoy


quarta-feira, 18 de maio de 2016

Benefícios dos sucos desintoxicantes

O consumo de alimentos gordurosos e até o estresse do dia a dia acabam acumulando toxinas no corpo. Uma maneira fácil e natural de liberar isso é por meio da ingestão de sucos desintoxicantes. Esses sucos podem ser feitos a partir de frutas e vegetais frescos, que são ricos em fibras e excelentes fontes de nutrientes
Ainda segundo a nutricionista, existem várias frutas e verduras com o poder de desintoxicar o organismo, como maçã, laranja, cenoura, abacaxi, melão, tomate, beterraba, agrião, limão, mamão, couve, morango e muitos outros. Os sucos desintoxicantes aumentam a disposição, deixam a pele hidratada, melhoram o desempenho da memória e do sistema imunológico e melhoram o sono. “Além disso, eles também promovem um ótimo funcionamento intestinal e ajudam a tonificação de pulmões, rins e fígado”, explica Danielle.
A dica para fazer esses sucos é usar uma centrífuga ou liquidificador para bater bem os ingredientes. Evite colocar muita água, meio copo de água filtrada ou de água de coco já é o suficiente para deixar o suco mais cremoso. Além disso, evite ao máximo açúcar e adoçantes.

Suco desintoxicante
⦁ 1 cenoura
⦁ 1 pepino (com casca)
⦁ ½ beterraba média e crua
⦁ ½ xícara de chá de talos e folhas de hortelã
⦁ 1 suco de limão e raspas da casca


Suco desintoxicante e digestivo
⦁ 1 xícara (chá) de abacaxi em cubos
⦁ 1 cenoura
⦁ 1 xícara (chá) de talos de erva doce
⦁ 1 suco de limão e raspas da casca


Suco desintoxicante e energético
⦁ 4 cenouras
⦁ 1 maçã
⦁ Suco de 1 limão (sem casca)
⦁ 2 laranjas
⦁ 1 pedaço de gengibre


Modo de fazer:
Bata em uma centrífuga ou em um liquidificador todos os ingredientes com um pouco de água filtrada ou água de coco. Para deixar o suco mais cremoso, utilize a medida de meio copo. Evite usar açúcar e adoçantes.

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Cuide do seu sorriso

A NEO tem uma equipe de profissionais para deixar seu sorriso ainda mais bonito. Cuide da saúde bucal e evite muitas complicações.



Maio - o mês da conscientização e combate ao cancêr de pele MELANOMA

Você sabia que o MELANOMA é uma das principais mortes por câncer em mulheres jovens?
Você sabia que 5 ou mais queimaduras solares entre as idades de 15 a 20 anos aumentam em 80% o risco de desenvolver o MELANOMA?

Você sabe o que é MELANOMA? É um câncer de pele agressivo que pode espalhar-se pelo corpo e levar a óbito. Felizmente pode ser curado quando diagnosticado precocemente.

Como reconhecer um Melanoma?

Regra do ABCDE...

Assimetria: as metades não são iguais.
Bordas: irregulares e de final abrupto.
Cor: presença de mais de 1 cor.
Diâmetro: maior que 6 mm.
Evolução: mudança ou crescimento recente.



segunda-feira, 18 de abril de 2016

Dermatologista Agora atendendo em Sousa PB

         Tamara Gomes Abrantes Barbosa Moreira
Atendendo:

Clínica Espaço Vida Médicos e Diagnósticos
Rua Princesa Isabel- 42 - Bancários -Sousa PB
83 3522 2500

Clinica Mais Saúde

Rua Teobaldo Gomes Torres, 57 Centro Ouricuri PÉ
Telefones: 87-981087274/ 3874 1343
Clinicenter Cariri:

 Clinica Clemir Arraes:
 Av Padre Cícero 2019 - Salesianos- Juazeiro do Norte CÊ
 Tel: 88-3572 8900




Formação em  2008.1

Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte


Especialização de Dermatogia em Salvador Bahia
Mestranda na área de imunologia e Dermatite atópica pela Faculdade de Medicina do ABC
Dermatologia estética e cirúrgica pelo colégio brasileiro de medicina e saúde - universidade Cândido Mendes- Recife -PE

Dermatogia Salvador- UGF

sábado, 16 de abril de 2016

Dia Mundial da Voz: saiba como tratar a rouquidão

No dia 16 de abril é comemorado o Dia Mundial da Voz, que busca chamar atenção para a importância de adotar cuidados e ficar alerta a alterações vocais. Um dos problemas mais comuns é a rouquidão, que pode ser causada por motivos como gripes e resfriados, mas também pode indicar doenças mais graves.
Ou seja, é importante tratar a condição corretamente e investigar as suas causas o quanto antes, para que não haja complicações. Adotar alguns cuidados com a voz diariamente também ajuda a evitar qualquer tipo de alteração e ter mais saúde.

Causas e tratamentos para a rouquidão
Também chamada de disfonia, a rouquidão é a alteração da voz mais comum, sendo causada, na maioria das vezes, por infecções respiratórias ou pelo uso vocal indevido, que provocam a inflamação das cordas vocais. Também pode se localizar em estrutura próxima, tendo origem no esôfago, como no caso do refluxo de ácidos do estômago.
Ainda pode indicar problemas mais sérios, principalmente se durar mais de 15 dias e vir acompanhada de outros sintomas, como afonia (ausência da voz), fadiga vocal, alterações na tonalidade e dor. Nesse quadro, é importante marcar uma consulta com  um otorrinolaringologista.
Além disso, tosse com sangue e dificuldade para respirar ou engolir também são sinais de alerta, pois podem indicar tuberculose ou até mesmo câncer de laringe ou na garganta.
Em casos mais simples, a recuperação da rouquidão exige apenas repouso vocal. Mas é indicado sempre ficar atento e procurar um profissional para que seja feito o tratamento adequado, de acordo com o agente causador.

Dicas para cuidar da voz
De modo geral, alguns cuidados contribuem para a saúde vocal e ajudam a evitar problemas, principalmente a rouquidão.  A principal dica é beber bastante água, de seis a oito copos por dia, para manter as cordas vocais sempre hidratadas.

Durante a prática de exercícios físicos, beber uma quantidade ainda maior. Também é importante evitar o consumo em excesso de bebidas que podem provocar desidratação das cordas vocais, como álcool, café, chá preto e todas aquelas gaseificadas.

Parar de fumar também é fundamental para manter a voz saudável. O tabagismo pode provocar cancro do pulmão e da laringe – e não só nos fumantes, mas nos fumantes passivos também.
Outra ação prejudicial é usar a voz com muita intensidade, falando alto e em tons mais graves ou mais agudos que o natural. Por isso, é preciso evitar forçar a voz e falar muito alto. Se não houver saída, beber bastante água ajuda.


O ar condicionado, além de comprometer as cordas vocais, também altera a respiração, o que pode prejudicar a voz e causar rouquidão. Isso acontece porque ele resseca o aparelho fonador e as cordas vocais precisam fazer um esforço muito maior para produzir a vibração que emite a voz.

segunda-feira, 21 de março de 2016

Faça em casa: cinco autoexames muito simples para verificar sua saúde

Você já parou para medir a sua frequência cardíaca? Um procedimento relativamente simples que você mesmo pode fazer em casa pode trazer alertas importantes à sua saúde. É importante estar atento a alguns sinais do corpo que podem indicar doenças, principalmente em pessoas que tem histórico familiar e outros fatores de risco. Separamos alguns autoexames simples que servem de alerta para você conversar com o médico e pedir exames laboratoriais e clínicos complementares. Confira:



Circunferência da cintura

Estar com as medidas da cintura acima do recomendado indica uma concentração de gordura na região. O acúmulo de gordura no abdômen se relaciona com diversas disfunções metabólicas, que elevam o risco de hipertensão arterial, diabetes, colesterol alto. Quando associados, esses fatores de risco elevam as chances de doenças cardíacas e diabetes. "As recomendações atuais são as de que a circunferência abdominal não ultrapasse 102 cm nos homens ou 88 cm nas mulheres", afirma o cardiologista Raffael Fraga, do Núcleo de Cardiologia do Hospital Samaritano de São Paulo. Para fazer essa medida, explica o profissional, basta posicionar uma fita métrica em volta do abdômen, na altura do umbigo, mantendo a barriga relaxada e tendo o cuidado de verificar se em toda a sua extensão a fita está paralela ao plano do chão. Caso você esteja acima do indicado, é necessário ir ao médico fazer alguns exames de rotina e procurar um plano de emagrecimento e atividade física.


Frequência cardíaca em repouso
A medição dos batimentos cardíacos pode ser feita manualmente ou através de frequencímetros (relógios que possuem uma fita torácica com sensores e transmissores que indicam os batimentos cardíacos). De acordo com o cardiologista Raffael, a frequência cardíaca pode ser medida de forma manual em qualquer lugar do corpo onde possa ser detectada a pulsação arterial, sendo os locais mais comuns o pulso carotídeo (pescoço, logo abaixo da mandíbula) e radial (no pulso). Podemos medir a frequência da pulsação arterial pressionando estes locais com os dedos indicador e médio. "A medida da pulsação arterial deve ser realizada acompanhando e contanto os pulsos de um minuto completo", afirma o cardiologista Raffael. A frequência cardíaca em repouso é um parâmetro utilizado para avaliar o grau de condicionamento físico da pessoa, além de poder representar a presença eventual de alguma patologia. "Essa contagem habitualmente é feita em repouso pela manhã antes de sair de cama, em deitado de barriga para cima, e por 3 ou 4 dias diferentes, calculando-se a média", explica o cardiologista Hélio Castello, e diretor da clínica Angiocardio.A medida ideal está entre 60 e 80 batidas por minuto (bpm), porém a pessoa pode ser absolutamente saudável com frequências maiores ou menores - quem determinará isso é o médico. Segundo os especialistas, uma frequência entre 80 e 100 seria considerada como limítrofe e acima de 100 bpm uma frequência aumentada, que recebe o nome de taquicardia. Frequência cardíaca abaixo de 60 bpm pode ser verificada em pessoas que praticam esporte ou atletas. Frequências cardíacas muito baixas devem ser avaliadas para descartar problemas cardíacos.

Avaliação do sono
Excesso de trabalho, estresse, insônia, acúmulo de tarefas e distúrbios do sono são alguns dos vilões mais comuns de uma boa noite de descanso. Um estudo realizado em 2013 pelo Instituto de Pesquisa e Orientação da Mente (IPOM) afirma que 69% dos brasileiros avaliam seu próprio sono como ruim e insatisfatório, com problemas que vão desde a dificuldade para pegar no sono até acordar diversas vezes durante a noite. Embora as poucas horas de sono já façam parte da rotina dos brasileiros, dormir menos do que nosso corpo necessita pode afetar a nossa saúde como um todo - impedindo a síntese de hormônios, dificultando o emagrecimento, enfraquecendo a imunidade, etc. Segundo a Academia Brasileira de Neurologia, pelo menos um desses sintomas diurnos abaixo é relatado nas pessoas com sono insuficiente: - Fadiga;- Déficit de atenção, concentração e memória;- Disfunção social e/ou baixa produção escolar;- Distúrbio do humor e irritabilidade;- Sonolência diurna;- Redução de energia para as tarefas diárias e desmotivação;- Predisposição a erros e acidentes no trabalho e no trânsito;- Tensão, dor de cabeça ou sintomas gastrintestinais devido à perda de sono e estresse.Os critérios utilizados são o de tempo, frequência e período - conhecido como regra TFP. "O tempo que uma pessoa demora para dormir ou voltar a dormir não deve ser superior a 30 minutos", explica a neurologista Rosa Hasan, responsável pelo Laboratório do Sono do Hospital São Luiz. Além disso, essa dificuldade em iniciar ou manter o sono indica um problema se ocorrer pelo menos três vezes por semana e já deve estar ocorrendo há pelo menos seis meses. Esse é um bom indicativo para buscar tratamentos para insônia. Além disso, sintomas diurnos como cansaço, perda de concentração e interesse e dificuldade para permanecer acordado são fortes indícios de que a qualidade do seu sono está ruim. "Isso não quer dizer necessariamente que você dorme pouco, mas indicar distúrbios que afetam a qualidade do sono, como apneia", afirma a especialista. Tente seguir algumas dicas para melhorar a higiene do sono e, caso o problema persista, procure um médico.

Alterações na memória
A fluência verbal aparece alterada em pessoas com diversos distúrbios patológicos, tais como Alzheimer, esquizofrenia e depressão. Isso porque a prova de fluência verbal mostra como está a capacidade do indivíduo de armazenar informações, recuperá-las e organizá-las. O teste de fluência verbal funciona da seguinte forma: a pessoa deve dizer o maior número de palavras possíveis dentro de um tema num período de tempo fixado. Existe o teste com a evocação de palavras que começam com uma letra específica ou teste por categoria, com a geração de palavras de certa classe semântica como, por exemplo, "animais" e "frutas". Além da velocidade para encontrar as palavras ser um índice importante de avaliação, os erros devem ser cuidadosamente analisados, como repetições, inclusão de outras letras ou categorias e troca de palavras. Além disso, a generalização de palavras dentro de subcategorias também indica um bom andamento da acuidade mental. Por exemplo: na categoria "animais" a pessoa pode começar pelos felinos (gato, tigre, pantera, etc) e depois passar para as aves (canário, pavão, galinha, pato) - indicando que ela se organizou mentalmente em subcategorias, fazendo associações. Você pode pedir para que outra pessoa te ajude na avaliação do teste. Pensar em um número muito pequeno de palavras - abaixo de três ou cinco, por exemplo - pode indicar algum problema. Além disso, erros e dificuldade na categorização das palavras também são indicativos de algum problema, sendo necessário procurar um médico e expor sua vontade de fazer mais exames neurológicos.


Coloração das axilas e pescoço
Alteração de coloração nas dobras das axilas, acompanhada de escurecimento da parte posterior do pescoço, pode aparecer em pessoas com obesidade e de pele morena. "Esta alteração chama acantose nigricans e está associada ao risco de diabetes, pois reflete um estado de resistência insulínica", diz a endocrinologista Roberta Frota, do Hospital 9 de Julho. Está relacionada a uma proliferação de melanócitos na pele, que ocorre pela resistência insulínica. "Ela é mais comum no excesso do peso porque a insulina produzida pelo pâncreas não consegue agir adequadamente devido à obesidade", explica. Portanto, as manchas podem ser um indicativo de risco para diabetes. Observe a região uma vez por mês após o banho e, na presença de alteração com outros sintomas associados, como casos de diabetes na família, vontade de urinar diversas vezes e sede insaciável, procure um médico e peça exames de glicemia.


Nem toda a pessoa vai "cair dura"
É muito comum acharmos que, em caso de derrame cerebral, a pessoa irá passar mal e desmaiar, devendo ser encaminhada para o hospital. Entretanto, os sintomas são muito mais sutis. "Dormência e fraqueza em uma metade do corpo, alteração da fala e desequilíbrio são alguns dos sintomas de AVC", explica a neurologista e neurofisiologista Adriana Ferreira Barros Areal, do Hospital Santa Luzia, em Brasília. É importante entender que o AVC se manifesta como uma perda neurológica súbita, ou seja, mudanças em seus movimentos, fala, visão ou qualquer outra coisa que funcionava de uma determinada maneira e parou de repente ou então você começou a fazer de outra maneira. É extremamente importante saber reconhecer o AVC o mais rápido possível, pois o tratamento precoce fará toda a diferente no futuro desse paciente. Confira alguns dos principais sintomas de AVC:- Diminuição ou perda súbita da força na face, braço ou perna de um lado do corpo;- Sensação de formigamento na face, braço ou perna de um lado do corpo;- Perda súbita de visão em um olho ou nos dois olhos;- Alteração aguda da fala, incluindo dificuldade para articular, expressar ou para compreender a linguagem; - Dor de cabeça súbita e intensa sem causa aparente;- Instabilidade, vertigem súbita intensa e desequilíbrio associado a náuseas ou vômitos.


Não dê AAS
Muito se fala também sobre ministrar uma pílula de AAS (ácido acetilsalicílico) quando uma pessoa está sofrendo um AVC, já que ela afinaria o sangue e impediria um novo êmbolo. Apesar de ser um raciocínio correto, ele só traria algum benefício para pessoas que sofreram um AVC isquêmico - e ainda sim não é nada muito expressivo. "Nos casos de AVC hemorrágico, o ácido acetilsalicílico pode piorar ainda mais o sangramento, agravando o quadro", explica a neurologista Adriana. E como não é possível saber qual tipo de derrame cerebral a pessoa está tendo sem avaliação médica, o conselho é não dar qualquer medicamento e encaminhá-la para o hospital.
Não dê remédio para pressão
Aqui a lógica é a mesma do ácido acetilsalicílico: nenhum medicamento deve ser ministrado sem avaliação médica, ainda que o paciente seja hipertenso. Novamente, é impossível saber que tipo de AVC a pessoa está sofrendo e se o medicamento irá beneficiar ou não aquele quadro. "Nos casos em que o paciente tem hipertensão, a atenção com o rápido atendimento deve ser redobrada, e o controle do nível de pressão vai depender do tipo de AVC, do tratamento proposto e da história prévia da pessoa", explica a neurologista Adriana.
Se a pessoa tiver diabetes, verifique a glicemia
Em pacientes do diabetes, explica a neurologista Adriana, a glicose muito alta ou muito baixa pode imitar os sintomas de AVC. "Portanto, a verificação da glicemia ajuda a distinguir um problema de outro", diz. Dessa forma, é importante fazer medição e, caso não seja o caso de uma alteração na glicemia, correr para receber o atendimento adequado.

É necessário procedimento cirúrgico?
Existem dois tipos de cirurgia que podem ser indicadas para o tratamento do AVC. Se o paciente tiver obstrução significativa das artérias carótidas no pescoço (caso de AVC isquêmico), pode precisar de uma endarterectomia de carótida. Durante esta operação, o cirurgião remove a formação de placas nas artérias carótidas para reduzir o risco de ataque isquêmico transitório (TIA) ou AVC. Os benefícios e os riscos desta cirurgia devem ser cuidadosamente avaliados, pois a cirurgia em si pode causar um AVC. Já para o AVC hemorrágico, o tratamento cirúrgico visa a retirar o sangue de dentro do cérebro. Em alguns casos, coloca-se um cateter para avaliar a pressão dentro do crânio, que aumenta por conta do inchaço do cérebro após o sangramento. O tratamento cirúrgico para o caso de AVC hemorrágico pode não ser realizado logo na entrada do paciente no hospital, principalmente porque alguns têm um novo sangramento poucas horas depois do primeiro. "Mas nem todo o paciente precisará desses procedimentos cirúrgicos para se recuperar de um derrame cerebral", diz a neurologista Adriana. "A indicação cirúrgica também depende da gravidade do quadro e da condição clinica do paciente, sendo avaliado caso a caso."

Toda recuperação é igual?
Não, o andamento do paciente após um AVC pode variar muito. Tudo depende de fatores como extensão do AVC, local do cérebro onde ele aconteceu, demora no tratamento, idade, tipo de derrame, doenças relacionadas... Não há regra. "Cada caso evolui de um jeito", afirma Adriana Ferreira. "Todavia, quanto mais precoce e mais especializado o atendimento em geral os resultados são melhores."

segunda-feira, 14 de março de 2016

Dez perguntas e respostas sobre a troca de fralda e o banho do bebê

Ao trazer o recém-nascido para casa, os pais se deparam com uma rotina de cuidados que, apesar de prazerosa, pode suscitar várias dúvidas nos primeiros dias.

1 Quais produtos são realmente necessários para a higiene do bebê?
Nas trocas de fraldas, em casa, basta algodão embebido em água morna. Ao sair com a criança, pode-se usar lenços umedecidos. Para o banho, prefira sabonete líquido com perfume suave e que possa ser utilizado no corpo e nos cabelos (a versão em barra acumula mais micro-organismos). Por fim, cotonete para enxugar o umbigo e entre os dedos.
2-Que cuidados devem ser tomados na hora de limpar os genitais?
Para meninos e meninas, a orientação é a mesma: a limpeza deve ser feita de cima para baixo. Não se deve fazer a limpeza da região perineal e anal em direção ao genital. E nada de pressionar a região para garantir a correta higienização.
3-Deve-se usar pomada para assaduras em toda troca de fralda?
O produto ?que tem de ter óxido de zinco e petrolatum na sua fórmula-- deve ser reservado para quando o bebê apresentar sinais de assadura. Segundo os médicos ouvidos, não há evidência de que a sua utilização em toda troca evite o surgimento do problema. Caso apareçam assaduras, aí, sim, é preciso usar a pomada toda vez que a criança for trocada, o que deve ocorrer em intervalos menores.
4-O bebê pode tomar mais de um banho por dia?
Pode, mas o sabonete deve ser usado apenas uma vez, para evitar o ressecamento. Nos outros momentos em que o bebê for para a banheira, apenas água é suficiente para higienizar e refrescar.
5 É preciso fazer um último enxágue no banho com água limpa?
Sim. A água da banheira acumula bactérias, resíduos de pele e sabão. Por isso, antes de tirar o bebê da banheira, o ideal é jogar água limpa sobre o corpo dele.
6   Há hidratantes para bebês. É necessário usar esse tipo de produto?
O item só é recomendado quando o bebê apresenta dermatite (inflamação da pele) e, nesse caso, o objetivo será terapêutico e não cosmético. No dia a dia, dispense.
7-Como retirar as crostas que aparecem no couro cabeludo do bebê?
As crostas não são nada além de restos de tecido e oleosidade do couro cabeludo. Elas podem ser facilmente retiradas quando amolecidas. Para isso, basta aplicar óleo infantil na região 30 minutos antes do banho. Depois, já na banheira, pode-se usar um pente fino para remover delicadamente as casquinhas soltas. A remoção tem de ser diária para impedir a proliferação de bactérias e fungos.
8-Como fazer a higiene do umbigo, antes e depois de cair?
O coto umbilical leva de sete a 14 dias para cair. A higienização deve ser feita com álcool 70%, vendido em farmácias. A cada troca de fraldas, o coto umbilical deve ser limpo em toda sua extensão, com a ajuda de um cotonete embebido no líquido. Após cair, a cicatriz ganha o nome de umbigo. Ela deve ser higienizada da mesma maneira até que a região fique completamente seca, momento em que deixa de exigir cuidados especiais.
9-Qual é a melhor forma de limpar as orelhas?
Caso não haja casquinhas, basta limpar a região externa com a toalha úmida, após o banho. Se houver, pode-se usar um cotonete embebido em óleo de bebê para amolecer, mas apenas na parte externa.
10- Quais os cuidados para cortar as unhas?
As unhas dos bebês devem ser cortadas sempre que estiverem grandes, pois é muito comum a criança se arranhar. O ideal é escolher um local iluminado e um momento em que cuidador e bebê estejam tranquilos. Além disso, é preciso usar um cortador específico para bebês, como tesourinhas com pontas arredondadas. Se estiver difícil de cortar, uma solução é apenas passar uma lixa de leve, apenas para arredondar os cantos das unhas.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Celular no banheiro x hemorróidas


Recentemente recebemos de um leitor uma dúvida e um pedido de post. Ele disse ter procurado um proctologista para tratamento de hemorróidas e ficou chocado quando o médico afirmou que uma das causas seria o uso do celular enquanto estava sentado no vaso sanitário. Nosso leitor também afirmou que, segundo o médico, essa conexão está cada vez mais frequente. Essa relação existe mesmo?

Nosso leitor está na casa dos 30 anos, fora da idade em que hemorróidas se tornam mais comuns. Estima-se que metade da população apresente, até os 50 anos de idade, algum desconforto, coceira ou sangramento que possa sinalizar esse problema. De maneira simples, hemorróidas são veias de dentro do reto que dilataram (as chamadas hemorróidas internas) ou que apareceram sob a pele do lado de fora do ânus (hemorróidas externas).
O proctologista está correto. Muitas pessoas desenvolvem o problema porque ficam sentadas por muito tempo no banheiro. Ao sentar no vaso sanitário, o corpo exerce maior pressão sobre as veias do reto, que podem dilatar e causar hemorróidas. Com o uso do tablet ou do celular no banheiro, o tempo no vaso sanitário acaba aumentando.
Também são causas comuns gravidez, obesidade, dieta pobre em fibras e constipação. Com algumas medidas simples, é possível evitar que elas apareçam.

Como prevenir as hemorróidas

1)Mantenha uma dieta rica em fibras, com muitas frutas, nozes, legumes e cereais integrais. Isto amolece as fezes e ajuda a evitar esforço durante as evacuações.
2) Beba muita água – de seis a oito copos por dia e, se estiver suando muito, beba ainda mais. Manter-se hidratado também ajuda a evitar a constipação.
3) Faça exercícios e evite ficar em pé ou sentado por muito tempo. Procure se movimentar, mesmo que pouco, a cada uma hora – isso ajuda a reduzir a pressão sobre as veias do reto.
4) Mantenha o peso sob controle. O excesso de peso coloca mais pressão sobre as veias.
5) Reduza o tempo que você fica sentado no vaso sanitário. Como explicamos, a posição faz bastante pressão sobre a região. Além disso, é mais higiênico usar o celular ou tablet em outras circunstâncias.
Existem também pomadas que ajudam a diminuir o desconforto e que podem ser compradas diretamente nas farmácias. Se os sintomas não desaparecerem, procure um médico. E se você tiver algum sangramento constante na região ou que aparece nas fezes, procure um proctologista o quanto antes. Sangramentos retais podem ser um indicativo de câncer.

Que tipo de exercício é melhor para o cérebro?

Um estudo realizado na Finlândia e que acaba de ser publicado no Journal of Physiology tentou responder a essa pergunta.
O estudo comparou corrida, musculação e treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT). Os resultados apontaram que a corrida gera os melhores resultados para a formação de novas células cerebrais na parte hipocampo do cérebro, área importante para a memória e aprendizagem.

Experimento

A melhor maneira para estudar mudanças no cérebro é olhando para o tecido cerebral sob o microscópio. Como você pode imaginar, isso é muito difícil de ser feito em seres humanos, mas é muito factível em ratos. Cientistas acreditam que a fisiologia do cérebro de rato é muito semelhante ao de seres humanos, de modo que os estudos feitos em ratos alcançam alta relevância.
Nesse estudo, os pesquisadores da Universidade de Jyväskylä injetaram nos ratos uma substância que é absorvida por células do cérebro recentemente formadas. Desta forma, eles poderiam contar o número de novas células cerebrais formadas quando analisaram os cérebros sob o microscópio, no final da experiência.
Depois de injetar a substância, eles separaram os ratos em três grupos. Um grupo fez apenas corrida (naquelas rodas típicas que ficam dentro das gaiolas). O segundo grupo fez o equivalente a HIIT: correram em alta velocidade durante três minutos, seguido de dois minutos de caminhada lenta. Eles repetiram esta sequência mais duas vezes, em um total de 15 minutos. E o terceiro grupo fez apenas musculação (e fizeram isso amarrando pequenos pesos nos rabos dos ratos, fazendo-os subir pequenas paredes com o peso).
Os três grupos fizeram os exercícios correspondentes durante o mesmo período diário. Depois de sete semanas de experimentos, eles foram sacrificados e tiveram os cérebros analisados.

Resultados no cérebro

Os resultados foram que os ratos que fizeram apenas o programa de corrida tiveram o maior número de células cerebrais renovadas. Os que fizeram o programa HIIT desenvolveram algumas células novas, mas muito menos do que os ratos que fizeram o programa de corrida pura. E os ratos que fizeram apenas o treinamento do peso, embora tenham se tornado muito mais fortes no final, não desenvolveram um número significativo de novas células cerebrais.
Os pesquisadores acreditam que este estudo é diretamente relevante para os seres humanos. Dra. Miriam Nokia, pesquisadora-chefe do estudo, diz que a corrida funciona melhor para a formação de novas células porque correr estimula a formação de mais “fator neurotrófico derivado do cérebro”. Essa substância é similar a hormônios encontrados em animais e em humanos que estimulam a formação de novas células cerebrais.
Então, se você é fã de musculação ou de HIIT, mas se preocupa também com seu cérebro ao longo dos anos, lembre-se de adicionar períodos de corrida em seu treino. Ela também pode ser alternada com treinamentos aeróbicos como caminhada rápida e bicicleta.

Um guia para se proteger do zika

CAÇA AO MOSQUITO - A melhor forma de combater o zika é eliminar o Aedes aegypti (na foto, nebulização em Bebedouro-SP)(Luciano Claudino/Folhapress)
Quem pode ser infectado pelo zika?
Qualquer pessoa que resida em uma região onde haja circulação do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus.
Quais são os principais sintomas do zika?
Febre baixa de, no máximo, 38 graus, manchas avermelhadas pelo corpo que surgem até o segundo dia após a picada, coceira e dor moderada nas articulações são os sinais mais frequentes apresentados pelos doentes. Estima-se que somente 20% dos infectados tenham a manifestação clínica dos sintomas. Ainda assim, casos assintomáticos também correm risco de complicação pelo vírus.
Como saber se fui picado por um pernilongo ou pelo Aedes aegypti?
Não é possível ter absoluta certeza, já que o tamanho milimétrico e a agilidade dos mosquitos impedem distinguir um do outro. Mas, embora ambos se alimentem de sangue humano, eles apresentam alguns comportamentos distintos. O mosquito do zika caracteriza-se por hábitos diurnos e circula principalmente das 9 às 13 horas. O pernilongo é noturno. A picada do Aedes aegypti não irrita a pele. No caso do primo menos agressivo, a picada causa coceira e deixa o local avermelhado.
Se o mosquito que transmite o zika também transmite a dengue, por que há muito mais casos de dengue?
A presença do vírus zika no Brasil é recente, com os primeiros casos identificados no início do ano passado. Há um período de adaptação biológica entre o vetor e o vírus até que a transmissão atinja seu ápice. Com base em dados epidemiológicos e no histórico do que ocorreu com a disseminação do vírus da dengue, acredita-se que o zika deverá aumentar em estados do Sudeste em um prazo de dois a três anos. Em Pernambuco, o principal causador de infecções no ano passado foi o zika, e não a dengue.
É possível proteger-se do zika?
Sim, mas as medidas são paliativas. Para evitar a picada do mosquito, indica-se o uso de roupas claras e compridas. A aplicação regular de repelente nas áreas expostas do corpo também ajuda a impedir a aproximação do vetor. A eliminação de criadouros onde há água limpa parada é outra forma de diminuir a proliferação do mosquito e, consequentemente, a transmissão do vírus.
O zika pode ser sexualmente transmissível?
Até agora, houve apenas um relato de que o vírus foi encontrado no sêmen. Também há provas de que o zika pode ser propagado pelo leite materno e pelo sangue. As evidências, no entanto, ainda são insuficientes e limitadas.
Só as mulheres grávidas correm risco com o zika? Não. Crianças, jovens, adultos e idosos - de qualquer idade ou gênero - podem ter complicações pelo zika. Sabe-se que o vírus está associado à ocorrência de síndromes neurológicas graves. Desde o surgimento do zika, as autoridades de saúde registraram um aumento no número de casos de Guillain-Barré, uma afecção autoimune capaz de levar à paralisia. Não se sabe, porém, qual grupo está mais propenso a sofrer as piores consequências causadas pelo vírus.
As pessoas devem evitar ir à praia?
Cidades praianas oferecem o mesmo risco de contágio que centros urbanos. A diferença é que, nelas, mais áreas do corpo são expostas. No caso das grávidas até a 12ª semana de gestação, porém, indica-se que frequentem a praia depois das 14 horas, quando a circulação do mosquito começa a diminuir. Elas também devem usar roupas compridas e passar repelente nas áreas expostas.
O que acontece se uma pessoa é infectada mais de uma vez pelo zika?
Os cientistas ainda estudam se os anticorpos produzidos pela primeira infecção são capazes de proteger o organismo de um novo surto. A principal hipótese é que sim.
Uma única picada pode transmitir a dengue, a chikungunya e o zika ao mesmo tempo?
É pouco provável. Embora a literatura científica tenha relatado um caso de mosquitos infectados por dois vírus ao mesmo tempo, isso parece ser raro. Geralmente, o vírus domina o hospedeiro e impede a infecção por outro agente.
Há alguma forma de tratamento contra o zika?
Não. Assim como ocorre com a dengue, os remédios são indicados somente para o controle dos sintomas, com paracetamol ou dipirona para o manejo da febre e da dor e anti-histamínicos para as reações alérgicas. Ainda não há vacina disponível contra o zika.
A ingestão de complexo B evita picadas?
Não. Os comprimidos são ineficazes. Estudos realizados com o composto mostram uma taxa de sucesso muito pequena, de 20%, e somente no caso dos pernilongos

O gel de testosterona ajuda homens de meia-idade?

Quando os homens atingem os 40 anos, os níveis de testosterona começam a cair, em média, 1% ao ano. Muitos optam por suplementos de testosterona como forma de reverter ou adiar mudanças relacionadas à idade, como queda no desempenho sexual e perda de massa muscular. Mas será que esses suplementos são eficazes e seguros?
Este é um assunto cheio de controvérsia no mundo da medicina. Suplementos de testosterona movimentam, hoje em dia, um mercado global multibilionário alimentado por homens em busca da fonte da juventude. Embora alguns médicos afirmem que os suplementos melhoram, de fato, o desempenho sexual e conseguem frear a perda de massa muscular, outros mantêm opinião contrária.
Não é de hoje que especialistas alertam para possíveis riscos de câncer de próstata e de doenças cardiovasculares ligadas ao uso desse suplemento. Por outro lado, outros especialistas afirmam que o risco real para o coração são os baixos índices de testosterona. Dessa forma, o assunto se mantém confuso na literatura médica – mais confuso que a substituição de estrogênio em mulheres.
Na tentativa de resolver estas questões, o Instituto Nacional de Saúde (NIH, EUA) se comprometeu a analisar sete estudos relacionados ao tema. O objetivo era desvendar se o uso de testosterona é realmente útil nas seguintes áreas: desempenho físico, funcionamento sexual, energia, capacidade de raciocínio, densidade óssea, formação da placa aterosclerótica no coração, e anemia.
Cada estudo foi realizado utilizando os melhores métodos possíveis, usando o “padrão ouro” da pesquisa: metade dos homens receberam a medicação verdadeira de testosterona (um gel para colocar na parte superior do braço), enquanto a outra metade recebeu o mesmo gel, mas sem a testosterona. Nem os homens nem os pesquisadores sabiam quem estava recebendo a droga real até a conclusão do estudo, depois de um ano.
Os três primeiros estudos sobre o funcionamento sexual, desempenho físico e nível de energia acabam de ser publicados no New England Journal of Medicine.

Para o alívio dos seus pés...

Acabou de chegar a linha completa para o conforto dos seus pés, já na Odontomed. Faça uma visita e comprove de perto -
As palmilhas e calcanheiras Smartsil produzidas com 100% silicone possuem elevada
resistência e transparência. São indeformáveis, macias e flexíveis. São perfeitas para
o uso diário e para a prática de esportes.
⦁ Redução de atrito e pressão.
⦁ 100% Gel de Silicone hipoalergênico.
⦁ Muito mais conforto, podem ser usadas por qualquer pessoa
Fabricados com 100% Silicone. Resistentes, ultrafinas, transparente e discretos.
Indeformáveis, não saem do lugar, perfeitos para ajustar-se confortavelmente ao calçado e
aos seus pés. Ultra macios e flexíveis. Ideal para o uso diário.
⦁ Proteção e conforto para os pés.
⦁ Alívio imediato das dores.
⦁ Antiderrapante e auto adesivas
Produzidos com 100% Silicone hipoalergênico, portanto não causam alergias ou patologias
dermatológicas. Indicados para uso externo pós mastectomia simples, total, radical ou parcial.
Recomendado o uso de 02 a 06 semanas após a cirurgia. Consulte seu Médico.
⦁ Pode ser usado diariamente. Também na praia ou piscina.
⦁ Contribuem também na recuperação emocional e psicológica da mulher.
⦁ Garantia total sob qualquer defeito
OiGirl foi desenvolvido especialmente para seu bem estar, conforto e segurança
em seu dia-a-dia. Prático, discreto e higiênico, o OiGirl é um acessório reutilizável,
que permite às mulheres urinarem em pé.
⦁ Baladas, viagens e esportes
⦁ Gravidez
⦁ Pós-operatório

Odontomed-
Rua Odon Bezerra 16 centro de Sousa
Funcionando de segunda a sábado de 07h30 as 11h30 e 13h30 as 17h30
Empreendimento: André Luna
83 3522 2850